Além da distância

Ou considerações poético-teóricas sobre o ser

I – A metafísica
Para além da distância da qual ressoam os ecos de predicados distintos,
Cuja distinção e diferença tornam-se passíveis de constatação,
Tão aquém de si mesmo quanto além do próprio distanciar,
Uma individualidade cuja plena ausência torna possível
A cindibilidade do próprio eu em seu terreno cognoscível,
Cuja alteridade só é possível a partir de um si, cujo fixar
É a renúncia de um próprio posfácio, cuja própria libertação
É a história escrita através do eu cindido, além da distância dos ventos.

II – O resíduo
O dissintônico da distância apenas ressalta o amor como resíduo,
Cuja dissipabilidade não é possível nem mesmo no adejar do sabor
Incognoscível do gozar, cujo fenômeno prescinde ao prático.
Não na elevação ao teórico, mas sim ao repouso no aquém do existir.
Esse resíduo que prescreve a posição prévia de um prostrar-se assíduo.
Cuja proveniência é a proscrição da sanidade de qualquer labor.
E esse é o projeto vazio de uma existência num irromper sísmico.
Cujo abalo é o próprio banimento entediado de qualquer prosseguir.

III – O coração
Não há espelhos para uma beleza que é capaz de se olhar.
Não há refúgio digno para um vulto cansado de sozinho o próprio fado arrastar.
Não há insanidade que pode abater a memória que não ousa sonhar.
Não há solicitude que dê conta do a priori si dos que se põem a morrer.
Não há começo para quem não crê no findar.
Não há crença para quem consegue viver na dimensão do vazio arfar.
Não há tempo mais originário do que o tempo que a cada vez se ousa cunhar.
Não há falta de amor num coração que sangra por não conseguir se por a esquecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s