A dualidade das quatro hipocrisias

Ávido pela tristeza que tanto enobrece as pálpebras do espírito.
Fulgura a miséria ante o esparso existir, cujo olvidar condiciona a beleza.
E assim lícito tornar-se-á a restauração exequial dos princípios de ascensão à realeza.
Realizada em um mundo de dualismo moral, em um purismo que valida o rito.

Banho-me nessa liberdade ontológica, cuja temporalidade ekstática anula o valor ôntico.
Explodem signos para os que vivem etéreos, na confiança de objetiva comunicação.
Inundam-se de esquecimento os mais metafísicos dos nominalistas, num trans-humanismo cômico.
Na hipocrisia de querer consertar a condição pela ética, por terem sido excluídos da estética na criação.

Você sempre estará certo, nunca negarás a suprema ordem renovada a cada brilho,
Sempre irá conseguir tornar coerentes as idéias que tornas sempre a colar,
A cada ação que fazes, com àquela bondade para salvar o mundo, num ateísmo carente de lar.

Ganhando as apologias desse mundo onde as ações acontecem, sempre na crença de que isso é o que pressupõe a própria existência;
Morreremos como nossos filhos, ainda na miséria de negar a dimensão que possibilita a ação,
Essa ação que sempre se orgulham os bons e os maus… mas nos igualamos eternamente, pois nossa finitude é uma e a mesma decadência.

Anúncios

2 comentários

  1. André, meu caro

    Com essa, arrebataste a magnitude do fim de uma manhã por onde me levei para lê-la. A dualidade moral é difícil compreender,como sabemos. Então, com o término de “nossa finitude é uma e a mesma decadência”, a ojeriza terrena bate. Parabéns. Um grande abraço

    Bibiano

  2. Realmente, está estupidamente bom. Um verdadeiro tapa na cara daqueles que não percebem que sua idéia de salvação é nossa própria destruição. Quase sempre fico ofendido com teus escritos. Quando não, é porque me sinto vingado. E esse pertence ao segundo caso. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s