uma última palavra…antes do fim…do começo da dança.

Primeiro passo da dança (um pé no tempo)
Recorto-me e divido-me, em três dimensões reunidas e escritas, em versos a esmo.
E no confundir-me comigo mesmo, ainda confundo-me em meio a oníricas possibilidades;
No morrer diário, acalentado ao aconchego de um alegre vazio, igualo liberdade a espasmo,
Dentro de uma fumaça que dura sete minutos, algumas vezes ao dia, como freqüentes inanidades.

E deleito-me com o amor que não tenho, vivendo à tríade do tempo, à dialética.
E deleito-me com a capacidade de amar a tudo, que se iguala a amar a nada,
Como um niilismo prático, donde nada prescinde, nem mesmo o nada. Vermes da estética, numa ilusão ética.
E na sina de não apenas ser, mas sentir ser três, brinco com o nada; pelo passado e pelo futuro que me enfada.

E a maneira de ser nada, condeno-me a qualidade de solidão, condeno-me a liberdade… de exclusão.
E meu rir começa a rir de mim, por compaixão, a fim de que se desperte alguma emoção.
E qualquer ignóbil criatura se sabe por seu choro indulgente, para guardar a máscara da retidão.

Ou até mesmo da anti-retidão, que em princípio é a mesma merda; ofuscando a própria ilusão.
E meu sentido ganho, pelo passado que torna-se necessário, funde-se num projetar-se,
Reunindo-se nesse presente, que não se escolhe, sendo apenas tocado pela angústia. Breve abuso de um extrair-se.

André Luiz Ramalho da Silveira_____14/12/07

Anúncios

1 comentário

  1. Em princípio, é a mesma merda mesmo.
    Deleitar-se com essa ausência atirada à tudo (e simultaneamente, à nada) é arte, também.
    Aprender… esperar aprender… é enganar-se.
    No meu caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s